sexta-feira, 26 de novembro de 2010

O Réu dos Sonhos - (2008).

























video











O Réu dos Sonhos conta a história de Diôni, um rapaz de família rica que vive na busca incansável por aquilo em que acredita. Seus sonhos estão longe da realidade daqueles que estão ao seu redor, mas o jovem devaneador é incentivado por seu avô, homem que não acredita na existência de sonhos impossíveis. Assim como todo indivíduo, pobre ou rico deste mundo, o rapaz enfrenta seus desafios, encara todos os obstáculos, descobre ao longo de sua busca que, além de perseverança, o homem tem que ter fé e paciência para realizar todos os seus sonhos, sejam eles quais forem, estejam onde estiverem. Além da lição da busca O Réu dos Sonhos também mostra muitas coisas que estão bem diante de nossos olhos e que até então não percebíamos. Retrata conflitos familiares, a ambição sem limites do homem, a discussão sobre a vida em si, o homem em geral, tudo em uma linguagem simples, às vezes com passagens picantes, cotidianas e outras muito bem humoradas — retrata a glória das conquistas que alguém pode conseguir ao longo de sua vida.


Sobre o livro: O Réu dos Sonhos consiste em fazer as pessoas repensarem sobre suas vidas e o que querem dela, pois o homem é aquilo que escolhe ser e tem aquilo que busca; seja na vida pessoal ou profissional. Um dos focos principais são as colocações abordadas sobre os valores da alma humana. Os personagens são pessoas comuns, com seus sonhos, desejos, ansiedades, medos, incertezas, orgulho e vergonha. O Réu dos Sonhos é uma daquelas histórias capazes de agradar aos mais variados gostos. Os leitores irão se envolver com a força das emoções humanas descritas no decorrer da história, na evocação lírica da vida, da eterna esperança e incansável busca de Diôni, o personagem principal. O autor acredita que os amores contemporâneos são cheios de incertezas e encenações, que pessoas escondem o seu verdadeiro eu quando a questão é relacionamento, acabam morrendo por não viver ou vivem como se estivessem mortas, a vida passa e a principal fonte da vida que é o amor; não é vivido como deveria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário